Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Voltei.

Andava há tempos a pensar em voltar ao blog, ou até a fazer um novo, mas acabava por protelar sempre mais um bocadinho. Hoje foi o dia. E decidi não fazer outro mas continuar com este, afinal, não sou outra pessoa, sou a mesma. 

Deixei de escrever aqui para não olhar para dentro. Escrever foi sempre uma forma de alinhar os pensamentos, de pensar nas coisas, de desabafar nas entrelinhas, um exercício de perspetiva e, durante um tempo, não quis fazer nada disso. Estive a fazer o meu luto, um tempo de recolha, em que se sofre sozinho e não apetece partilhar com ninguém. Não foi apenas uma relação que acabou, foi uma enorme parte de mim, que arrasou as minhas crenças e os meus valores, em suma, que acabou comigo. Como tal, a última coisa coisa que me apetecia era vir para aqui lembrar-me disso, lamber as feridas e ter pena de mim. Oh, meu Deus, como tive pena de mim durante este tempo todo. :)

Agora volto. O que se tira do confronto com os nossos maiores medos é a certeza de que somos maiores. Sempre.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.