Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rir e Comer Bolachas

Pessoas sensiveis ou fartas de pessoas descontentes: NÃO LEIAM ISTO!

Isto é um desabafo, é uma tentativa de terapia. Não é para me consolarem, não é para terem pena, não é para a palmadinha nas costas. é Apenas um desabafo.

Sinto uma revolta tão grande que a minha vontade é dizer asneiras. Ou gritar. Gritar asneiras parece-me bem também. Por mais que tente levantar a cabeça, há sempre, mas sempre, uma coisa que me faça amochar! Como quem diz, toma lá não levantes já a garimpa que ainda temos mais umas contas para acertar.

Durante uns anos valentes acreditei no karma e pensei que era merecido, cá se fazem, cá se pagam e era esperar para as contas estarem saldadas e respirar de alívio. Certinho. Já vou com saldo credor. E não é nada de grave, eu sei, o meu filho tem saúde e é esperto que se farta, e devia estar grata, sei disso tudo. Mas f***-se! Que raio de vida, esta! Eu sinto que estou a ser lixada, vez após vez, e várias maneiras possíveis. Mal me desvio um centímetro da linha reta, muito reta, que tenho que caminhar, levo logo um choque elétrico para me lembrar que não é por ali.

Aaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

Sério. Só me apetece chorar. Não de tristeza mas de raiva. por não ter sorte nenhuma. E não me digam que sim, que tenho, blá, blá, blá. Eu sinto que não tenho. Não me apetece estar grata mas rabujar, fazer birra, exigir melhores condições.

E é isto. Não fui de férias no ano anterior para poupar, ando a juntar talões e cupões e o camandro e agora vou pagar quase 200 euros à Via Verde. Porquê? Porque não tinha o raio do carro associado ao identificador (há 11 anos) e os senhores cobram o percurso máximo por cada passagem que fiz e que supostamente não foi debitada. São 6 passagens a 1,30 cada uma. E eles podem? Se calhar podem, eu tenho o dever de ter o carro associado e esqueci-me de o fazer quando mudei de carro. Há onze anos.