Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rir e Comer Bolachas

Amanhã

Amanhã é dia de festa: a sobrinha mais velha faz anos e vai haver jantar-volante lá em casa. Jantar-volante não por ser chique (é?) mas por sermos muitos e a casa pequena. Não há lugares sentados para todos, que bom! Menos casa para limpar e tanta gente para acolher.

Amanhã é dia de estar com quem amo, de mimar e ser mimada. De encher o coração e carregar baterias. De distribuir os envelopes do amigo secreto e pensar no Natal. E comer, vá, que festa é uma coisa para ser levada a sério.

 

Hoje é dia de festa!

Hoje a Bolacha Maria faz anos. Há uns anitos que anda cá a abrilhantar a vida de uma data de gente!

Ela pouco escreve, ao contrário do que lhe peço, mas tem tido muito para contar. Os últimos anos têm sido de provação, daqueles difíceis de gerir e que nos apanham sempre desprevenidos, e se há dias em que é fácil acreditar que tudo se trata de uma aprendizagem, outros há em que apetece dizer "Já chega! Deixa lá a moça respirar e levantar a cabeça!". Ela tem-no feito. Entre tropeços, cambalhotas, pinos e o catorze, ela tem andado com a vida para a frente e, batalha a batalha, tem sido um sucesso - basta olhar para a multidão que a fulana consegue mobilizar quando surge um problema, ou quando há alguma alegria a partilhar (a sério, eu fico na fila para conseguir um café ao final do dia... e, às vezes, desisto).

Muitos Parabéns Bolacha Maria, que contes muitos (e melhores) e que estejamos juntas em todos eles! Mesmo que me dês cabo dos nerves, dia sim, dia sim, não sei viver de outra maneira. Nem quero.