Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

O que é preciso é saúde

É isto que ouvimos dos mais velhos, "o que é preciso é saúde" é remédio para tudo, e nós vamos fazendo orelhas moucas, sim, sim, saúde, mas o que eu queria mesmo era estar de férias. Ou o euromilhões. Ou que o dia passasse depressa, que hoje ando aborrecida, e que baixe a prestação da minha casa, de caminho. Vamo-nos queixando da vida, queremos melhor, queremos mais, e esquecemo-nos da saúde porque a temos. Esquecemo-nos que andamos sem ajuda, respiramos em ajuda, mexemos todas as partes do nosso corpo, mesmo que as dobradiças já comecem a ranger na cama. Acho que até é bom que assim seja, porque há-de fazer parte da vida querer sempre mais mas é bom que não esqueçamos que nos queixamos de barriguinha cheia. Porque, de facto, tudo o que é necessário é saúde, tudo o resto é acessório.

Eu também faço parte dos que se queixam, confesso, mas durante uns tempos, enquanto me lembrar que o meu pai está a convalescer de um AVC, vou apenas agradecer a sorte que tenho em levantar-me da cama todos os dias, e ver o meu filho não parar quieto, nem sossegado, nem calado, e vou gostar. Não vou queixar-me do traz e leva da escola para o treino e para casa, do tempo que passo na cozinha a fazer refeições, das idas ao supermercado, da roupa para lavar, da casa para limpar. Tudo isso é acessório. Todas essas "obrigações" podem esperar, nada disso importa quando a saúde, a nossa ou de quem é "nosso", nos foge.

2 comentários

  • Imagem de perfil

    trocatintas 13.06.2014 11:41

    Obrigada. Nós também temos muitas, muitas saudadinhas tuas mas já falta pouco!:) Beijocas
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.