Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Da insatisfação

- Então como foram as férias??
- Ah, já acabou...

 

Quem nunca teve este interacção? Só hoje, já a tive duas vezes e tira-me do sério. Em primeiro lugar, porque eu não perguntei se já acabaram, é óbvio que já acabaram ou a pessoa não estaria no seu local de trabalho. Depois, e mais importante, porque demonstra a característica mais portuguesa que se pode ter: uma completa insatisfação com tudo.

 

Acredito que lá para o século XV ou XVI esta insatisfação nos tenha levado a fazer grandes coisas porque só a insatisfação com a situação actual nos pode levar a procurar mais e melhor e a mudar as coisas. Mas com o passar do tempo e a evolução (retrocesso?) desta espécie que é o Homo Sapiens Tugensis essa insatifação foi-se transformando numa simples lamúria que não leva a lado nenhum e irrita profundamente as pessoas com quem é compartilhada.

 

Assim, oh gente da minha terra, venho por este meio apelar ao vosso bom senso para vos pedir duas coisas:

 

1. Se estão mal, mudem-se. Façam qualquer coisa em vez de se queixarem permanentemente de tudo e de nada.
2. Quando vão de férias, aproveitem-nas. E quando voltarem, olhem para trás com nostalgia, até saudade se assim vos aprouver, mas não com irritação porque acabaram. Vocês já sabiam que iam acabar. Não as torna menos proveitosas ou valiosas. Portanto se vos perguntarem como foram, digam que foram boas (ou más, se por acaso estavam na praia e foram atingidos por um tsunami ou assim) em vez de constatarem com aquela cara de gato morto à estalada que já acabaram, que isso já toda a gente sabe, sim?

 

Pronto, agora vou seguir o meu próprio conselho e não ficar insatisfeita com a parvoíce dos outros.

 

transferir.jpg

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.