Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Rir e Comer Bolachas

Boas Energias (a rodos)

20d74b60bf45bcf04e8a28784fe61710.jpg

 

Sou uma pessoa otimista por natureza. Claro que tenho dias em que vejo o copo meio vazio, totalmente vazio, ou partido, ou feio, enfim, vejo tudo da pior forma possível, sobretudo se estiver cansada. Por norma, isto dura pouco e prevalece o otimismo, em modo de bom português o "podia ser pior". Por este motivo, tenho alguma dificuldade em lidar com pessoas que insistem em focar no mau, e imaginar o pior. E, em correndo bem, estranham e sentem-se miseravelmente na mesma. 

Ora, a vida é generosa (e desconfio que sarcástica) e brinda-me com gente assim para eu aprender a lidar com isso. De perto. Bem perto. 

De maneiras que aqui ando eu, em equilíbrio entre ser uma espécie de pessoa empática, que se condói do sofrimento alheio, e uma versão cruzada de Mary Poppins e Alexandra Solnado, a apregoar como a vida é generosa.