Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Pintura da parede - a continuação

Perdi a cabeça. Baixou em mim uma loucura súbita e foi um vê-se-te-avias!

Depois de escolhida a cor avancei para o tamanho das ditas, achei que 30 cms era a medida que ia gostar de ver e meti mãos à obra - rapidamente percebi que a parede é enorme, a luz insuficiente para marcações a lápis e 90+30 dá 120 e não 110! Felizmente, dei conta antes de pintar...

Isolar tudo é um pincel do piorio e a fita que comprei colava demasiado, tinha tendência para agarrar logo à superície e as rugas acontecem facilmente. Mais uma vez, a matemática a dar-me cabo da arte, uma pessoa baralha-se e às tantas não sabe se isola em cima ou baixo da marca... ou então sou só eu!

Agora a pintura propriamente dita, depois da primeira demão ocorreu-me comprar uma grande lata de tinta branca e esquecer tudo. Duas demãos depois e tive vontade de fazer riscas pela casa toda. Fa-bu-lo-so! Gosto tanto, tanto, que agora é que vai ser um verdadeiro inferno sair de casa.:)

 

Os problemas todos começaram a seguir. O destralhamento, inside out! Foi uma loucura.

 

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.