Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rir e Comer Bolachas

Orçamento Curto Vs Necessidade de Mudança

Este blogue anda em maré de mudança! Não propriamente o blogue ( pensando melhor, se calhar também marchava!), é mais as "escritoras" dele. A Trocatintas foi a primeira (e está muuuuuito gira!!) e a Bolacha Maria não pode ver uma camisinha lavada a ninguem que desata logo a pensar, ah e tal, também quero mudar qualquer coisa.

 Ora, pessoalmente acho que (cof, cof) estou muito bem assim, e que não preciso de nenhum "extreme makeover" (cof,cof) , mas o mesmo já não se pode dizer do meu local de trabalho, que tem 10 aninhos, nunca foi mudado à excepção de uma pintura: passou de branco a amarelo "casca de ovo" e está tããão antiquado. Nada a fazer "pandam" com a dona, portanto.

Assim sendo, passemos ao que interessa:

 

- Há por aí alguma alminha que esteja disposta a dar umas ideias?... Hum?... Ficava tão agradecida....É um escritório (de seguros, embora para o caso seja irrelevante). Características do bicho:

 

* Tem cerca de 12 m2

* Não tem luz natural (está inserido dentro de um centro comercial)

* As paredes são rugosas e por isso, qualquer ideia gira acerca de papel de parede, está excluída

* O chão é mosaicos, imitação de tijoleira (eu sei, é muito feio)

* Tem duas paredes pintadas, as outras duas são em vidro (montras)

* O mobiliário é antiquado, uma secretária e armário em cerejeira e as cadeiras, também muito feias, forradas em tecido azul escuro (cor predominante do Logo)

 

E é isto...

 

Vou tentar tirar fotos e colocar aqui, mas entretanto, se houver ideias, fico desde já agradecida....

 

 

Se este blog fosse um livro

Estaria na secção juvenil. Não para que teenagers inconscientes aprendessem alguma coisa com eles mas porque o conteúdo situa-se nesse período maravilhoso (ou não) que é a adolescência. (Atenção! Falo por mim e pela minha contribuição neste canto, não pela Bolacha Maria.)

 

Apesar dos meus 33 anos, sinto que não tenho nada a ver com a idade que o Cartão do Cidadão apresenta: o meu corpo acusa tudo a mais! Peso a mais, cabelos brancos a mais, miopia a mais, olheiras a mais, cansaço a mais. Não passo pelos dias, arrasto-me. A minha mãe tem 66 (será?) anos e tem o triplo da minha energia! E quando digo triplo estou a nivelar por baixo... Já a ver a vida, tenho 17 anos. Continuo a ver tudo colorido e a sofrer horrores diante da realidade, ou da humanidade, acredito que tudo vai melhorar e um dia, um dia é que é, vou viver à séria, com dinheiro suficiente para andar descansada e vou ter serenidade para viver tranquilamente. É como se soubesse a teoria mas não soubesse pôr em prática. No tempo de agir, reage o instinto que ainda é tão verde...

Às vezes olhos para o meu filho e sobressalto-me. Ele está tão crescido, como é que vou saber ser mãe daqui para a frente? Vem aí a escola "dos grandes", a puberdade, a rebeldia, os amigos, os vícios, os amores e desamores... Ele é que me ensinou até aqui e não ao contrário, provavelmente continuará igual esta dinâmica.

 

Pensando melhor, é melhor inventar uma prateleira/categoria: livros não recomendáveis a cardíacos e/ou pessoas esclarecidas com a vida e que já descobriram o seu caminho e função no mundo.

Dia 7

Nº 7 do Desafio
- Dançar
Sair para dançar, abanar o esqueleto na fila de trânsito ou fila de supermercado, enquanto lava a louça, qualquer pretexto é bom...
Recomendo, vivamente, afastar os sofás e/ou objectos que possam impedir movimentos e criatividade, e música bem disposta q.b., basta adicionar pés descalços e o corpo faz o resto. Ninguém está a ver, é hora de soltar a franga e fazer figuras tristes.

Desafio BM - TERMINADO

Foram 92 dias.

 

92 looongos dias.

 

E o balanço:

 

Peso: 66.300Kg, ou seja, engordei, emagreci, voltei a engordar e acabei igual: gorda.

 

Compras: Também não consegui levar o Desafio BM até ao fim: no ultimo dia de Fevereiro, uma compra em saldos deitou-me o sacana do Desafio por terra: comprei um par de botas e um Trench-Coat. Em saldos e ao preço da "uva mijona", mas comprei. E o desafio era zero compras.

 

Mas entretanto, ganhei o gosto pelas "não compras" e os seus efeitos secundários: mais algum conforto em termos de dinheiro, o que fez com que o desafio tivesse um balanço muito positivo!

 

Olha... foi o possivel.

 

Quem sabe o próximo desafio corre melhor?...

{#emotions_dlg.sarcastic}

Pág. 5/5