Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rir e Comer Bolachas

Oi??

O Dinis não gosta da forma como uma professora trata um colega dele, acha que tem regras para todos menos para aquele que tudo pode... Um caso de favoritismo. Ou ciumeira assanhada. Seja como for, ele diz que o outro se acha "o supra-sumo da barbatana" AHAHAHAHAHAH!

 

Adenda: Ele garante que ouviu-me dizer essa expressão, aliás, segundo ele digo-a "montes de vezes"... Errrr. Não. Nunca disse. Achava-me genial se a tivesse inventado!{#emotions_dlg.sarcastic}

Até que enfim, discurso novo!

A conversa à hora de almoço foi um bálsamo. Não houve conversas de crise, de falta de dinheiro, de desgraças, nem de doenças, falou-se de um projeto novo, de mudanças, ideias. Nem sequer tem nada a ver comigo, mas fico contente! Estou farta, tão farta, desta cabr@ desta crise que só me apetece puxá-la pelos cabelos e fechá-la num armário, apertadinho! A crise e as pessoas que se alimentam dela, cujas conversas são como um cancro e se espalham, até não restar mais esperança, mais nada. É que já não há paciência para mais conversas dessas, arre! O que sugerem, suicídio coletivo?

 

São muitas as dificuldades, já sabemos que está tudo muito caro e tudo o que está inerente. A sério, já sabemos! Já tenho medo de ir à caixa do correio (=contas), antes de ligar qualquer interruptor penso se é necessário, até lavo louça e roupa à mão (não tudo, claro), e ainda sou das sortudas que vai tendo trabalho... Por isso, e falo por algumas pessoas também, sei o que é. Não preciso de mais noticiários, nem grandes reportagens com o mesmo assunto. Se é para fazer alguma coisa, chamem-me, se for para mais queixinhas e desgraças, deixem-me sossegado, por favor. Tenho um filho para criar e não o faço com uma depressão (que também sei o que é, obrigadinha).

 

Falem-me de outra coisa. Falem-me de soluções, puxem-me pela imaginação e façam-me falar de ideias. Não paga contas, pois não, nem as desgraças! Por isso, fiquei contente e espero que corra tudo pelo melhor, e que tenham sorte porque o talento e trabalho já têm com fartura.

Atualização da horta em casa

 

Cá está a atualização da minha horta, leia-se vasos-que-com-muita-esperança-poderão-tornar-se-vasos-com-plantas-aromáticas-dentro.

O vasinho da esquerda tem orégãos, o da direita salsa e o vaso que ficou ao meio não parece mas tem erva-cidreira. Acham estranha esta combinação? É capaz, é, mas era o que o IKEA tinha... Falta aqui o vaso do tomilho, que já está quase-morto, que não incluí na foto porque foi transplantado, logo, não conta para esta atualização.

A salsa inclinou-se para a direita e, para ver se endireitava a coisa, girei o vaso ao contrário. Os orégãos encheram o vaso da noite para o dia e agora, coitadinhos, nem adiantam nem atrasam, dali não passam. A erva-cidreira... ahahah! parece a cabeça do Cebolinha, lembram-se do Cebolinha da turma da Mónica?

Um dia ainda vou temperar qualquer coisa com estas ervinhas.{#emotions_dlg.sol}

Às vezes precipitam-se...

A notícia do Sapo diz que "mentir no IRS vai dar prisão"...

E há espaço para tanta gente?? As prisões que existem talvez nem cheguem para gerentes de empresas a ganhar ordenados mínimos ou abaixo dos 550 euros!... Então e a despesa que dá alimentar essa gente? E roupas de camas, e tudo, e tudo?

 

O melhor é dar o dito por não dito, fecharem os olhos como até aqui fizeram e ir cobrando os impostos que conseguirem, é que se prendem toda a gente não fica ninguém para pagar isto tudo...

Nunca escrevi sobre futebol

Acho que não tenho legitimidade para mandar bitaites, não percebo do assunto nem tenho interesse suficiente para pedir que me expliquem. Acho piada ao Sporting. Tenho uma simpatia especial pelo clube, embora não lhe conheça os jogadores, e gosto mais dos treinadores que já foram embora. Torço sempre pelo Sporting quando joga, e costumo ver os jogos se passar na TV e se estiver em casa. Acho que posso dizer que sou sportinguista... 

E como sportinguista só me apetece dizer WTF???

Porque há sempre um rol de novas profissões quando uma crise surge...

... Andei aqui a pensar e decidi:

 

Ofereço-me como voluntária de alguém que queira vingar como Personal Organizer. Ou Home Organizer. Ou Office Organizer.

 

Ofereço :

- um verdadeiro quebra-cabeças, um desafio à prova dos mais resistentes

- exemplifico na perfeição possíveis queixas/sugestões/problemas apresentados por hipotéticos clientes

- opinião imparcial e rápida

 

E ainda sou menina para oferecer o almocinho, hum? Que me dizem?

Se o Facebook fosse uma pessoa...

... estaria sempre disponível, que pode ser a sua melhor característica, sendo que o pior seria a sua indiscrição!

 

Tenho muita dificuldade em perceber a utilidade do Facebook. Como ferramenta de trabalho é excelente mas as pessoas utilizam-no para promover e divulgar a sua vida, como um diário aberto. Desde o 1º dente da criancinha ao divórcio do primo-que-foi-apanhado-com-as-calças-na-mão-e-que-a-mulher-soube-através-da-foto-em-que-o-vizinho-o-identificou...

Não me oponho a quem tem e utiliza, não critico e não condeno, quem sou eu para fazê-lo? Acho apenas que é um atentado à intimidade (claro que já ouvi a mesma opinião acerca dos blogues, embora não concorde).

 

Aquilo que me chateia mesmo é não poder concorrer à maior parte de passatempos e afins por não poder meter um like na página correspondente...

Alguém viu por aí um talento que me pertence (e nunca vi)?

Já tentei ser uma pessoa organizada. Continuo a tentar, (quase) todos os dias.

Já tentei ser uma cozinheira exímia. Só acerto nos doces que é precisamente o que não devo comer, ou seja, serve-me de pouco.

Já tentei dedicar-me à bricolage. Não tenho espaço para "chafurdar".

 

Depois tentei uma mini-horta. Ok, ok, foram só uns vasinhos com ervas aromáticas...

 

Ontem, quando cheguei a casa para contar os pés de salsa, pareciam girassóis... se o sol estivesse dentro de vaso!

Parece que foi água a mais...

 

Nota: Já tentei fotografar decentemente. Deixei de tentar.