Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Rir e Comer Bolachas

Haja pachorra!

Acabei agora de fazer a minha pausa matinal, leia-se fazer o lanchinho enquanto vejo as notícias do dia, e procurei saber o que aconteceu para haver uma demissão da direção regional da PSP - não vi nada de novo, só Cavaco, mais Cavaco, e Cavaco. Nada concreto assinar do despedimento do jornalista que fez a peça sobre Angola e Portugal também. Depois lembrei-me de ter ouvido uns comentários sobre a venda da REN e procurei notícias - muita parra, pouca uva e mais Cavaco...

O comentário foi infeliz, foi muito infeliz e espera da figura do Presidente da República que tenha mais cuidado quando se expressa mas... Manifestações? No estado em que o país está a preocupação é fazer humor? Ou revoluções a favor da demissão do presidente?

Ó senhores, orientem-se, e definam prioridades e objectivos. Manifestem-se, sim, por coisas sérias, graves, não por nhónhices. Alguém se lembra quem eram as alternativas a este presidente? Pois.

Oi??

- Mãeeee, tenho aqui uma coisa na mão.

- Uma coisa? Que coisa?

- Não sei, mãe, estava quase a dormir e agora tenho aqui qualquer coisa na mão...

Olhei e não estava nada. Só um miúdo, caído de sono, a tremelicar de pânico.

- Tinhas a mão debaixo do corpo? - arrisquei.

- Sim...

- Então está dormente! Vai para a cama que isso já passa.

Duas horas depois:

- Mas ainda não dormes porquê? - ontem adormeceu depois da uma da manhã, hoje levantou-se cedo, teve aula de educação física, já treinou no futebol durante hora e meia, e ainda não dorme???

- Não sei, mãe, estava quase a dormir quando de repente me deu um chilique e agora não consigo dormir.

...

 

...

 

 

...

 

Mas o que raio é um chilique numa criança de (quase) 10 anos? Amanhã pergunto-lhe, hoje é melhor calar-me e respirar fundo. 

As fotos da vergonha

Já quer era para fazer, que fosse feito com honestidade. Abri o armário e tirou-se a foto, sem floreados, sem arrumações... Vergonha das vergonhas!

Os sacos, saquinhos e sacolas podem desaparecer, sim, antes que me perguntem. Mas vão para a arrecadação, que fica longe, por isso, é só mesmo os sacos.

Ah, sim, os detergentes são mesmos estes, todos estes, não abdico de nenhum. Sou desorganizada mas gosto de ter tudo limpinho com aquilo que acredito limpar mesmo. :)

  

Desorganizada em recuperação - Voltemos atrás e comecemos de início

Já a caminho de ser uma pessoa organizada, eis que descubro que o problema tem raízes mais profunads que eu pensava. E nem me vou alongar mais em explicações para não me deprimir e passarei ao problema, pedindo muito encarecidamente que me sugiram soluções. Prometo que desta vez é que é!:)

 

Por baixo do lava-louça tenho duas prateleiras, na de cima (que tem a cuba do lava-louça e espaço diminuído por isso) tenho -ao-monte-e-fé-em-deus detergentes e panos. Esta prateleira mede 50 cms na horizontal e quase 30 na vertical (apenas dos lados). A profundidade  não chega aos 25 cms. Esta gaveta alberga (isto é um novo recorde):

- spray limpa-vidros

- pronto limpa móveis

- detergente p/ chão

- viakal

- detergente louça ( manual e máquina)

- esponja

- sal máquina

- abrilhantador

- limpa-jantes

- detergente para bancadas

- sacos do lixo

- toalhitas dodot (para limpar a pele dos sofás)

- detergente para casa de banho

- lixivia

- panos e mopas para chão

 

Problema Nº1 - Cada vez que tento tirar alguma coisa é o caos e os detergentes da máquina da roupa não cabem.

Problema Nº 2 - Atrás da porta da cozinha, num espeço de 25 cms. mais coisa menos coisa, tenho um estendal da roupa, a tábua de passar a ferro, o ferro com caldeira - que ocupa imenso espaço, um saco enorme com sacos dentro. (a porta está, obviamente, sempre entreaberta)

Problema Nº 3 - Tenho, também, um alguidar onde meto os detergentes da roupa e afins ao lado do cesto da roupa suja. Que fica feio, feio, feio! Parece futilidade mas se estiver feio não me parece arrumado.

Problema Nº 4 - Um frigorifico a meio da parede. De um lado o cesto da roupa suja, uma cadeira com roupa para passar, um alguidar com detergentes e uma janela; do outro, a parafernália de sacos e o que já descrevi no Nº2.

 

Por agora, gostava muito de ver estes problemas solucionados. Porque há mais.

Desorganizada em recuperação - 2º Episódio

Quando meto as mãos na massa, ou seja, quando me decido a praticar tudo aquilo que tenho vindo a aprender em blogs, sites do género, ou até com as fadas do lar que conheço, não sei o que acontece ao tempo mas acabo sempre por conseguir apenas mais do mesmo: o costumeiro lava-passa-esfrega-limpa! É hora de dormir, ou de fazer o jantar, ou de sair de casa, seja lá o que for, não deu para mais.

 

Este fim de semana foi a mesma coisa, o tempo que tinha disponível para limpezas e arrumações foi gasto sem que pudesse ter praticado os segredos de séculos e séculos de experiência. Mas... Não sem antes ter assassinado dois ferros de engomar, 3 capas da tábua, e ter provocado um intenso nevoeiro em casa. Depois de consultar o grande guru da internet, fui limpar o ferro de engomar (que estava preto por ter pegado roupa) com o truque que a graaandeeee maioria recomendou: uma vela! Não tentem isto em casa! O ferro continuou preto, a vela derreteu, o marido veio perguntar-me se estávamos no santuário de Fátima, e as capas da tábua ficaram tesas de tanta cera derretida! E a intenção era tão boa! Queria deixar tudo pronto para poder passar a ferro - era o verdadeiro planeamento de tarefas, estava a sentir-me crescida e responsável...

 

Já comprei um stick supostamente milagroso, que limpou a cera, já não pega na roupa, mas sim, aquilo preto que lá estava, lá continua. Cá para mim foi a cera que fossilizou a coisa...

Alguém sabe?

Há uns dias (semanas, pronto) que me sinto cansada. Acordo com muito sacrifício, acelero ( no sentido figurado, calma!) até deixar o miúdo na escola e chegar ao escritório, organizo o que já tenho em cima da mesa e começo a sentir gradualmente a desaceleração. Acabo o dia sem energia, a puxar pelo corpo e a fazer contas às horas que faltam para ir dormir. E não posso dizer que é excesso de trabalho porque não é, já tive, já me cansei muito, sei ver a diferença e, de facto, não é. Durmo bastante, não é privação de sono; como bem, não deve ser falta de certos nutrientes. Alguém sabe o que raio de passa comigo?

 

Desculpe?!...

Exmo. Senhor Presidente,

 

Sou uma humilde portuguesa que leva muito a sério, as recomendações que V. Exa. tão generosamente faz através fas redes sociais (e não só, mas sobretudo). O que me leva a sugerir a V. Exa. uma troca aqui com a minha humilde pessoa:

 

"O Presidente da República comenta a polémica em torno das reformas do Banco de Portugal (BdP).

Aníbal Cavaco Silva disse hoje, no Porto, à margem da inauguração do novo edifício do instituto de ciências biomédicas, Abel Salazar, que recebe 1300 euros de reforma pela Caixa Geral de Aposentações (CGA) e que "o que somar pelo BdP não vai chegar para pagar as minhas despesas".

 

(retirado deste link):

 

http://economico.sapo.pt/noticias/reformas-da-cga-e-do-bdp-nao-chegam-para-as-minhas-despesas_136374.html

 

Ora, como V. Exa. passa a vida a apregoar que "os portugueses têm de se unir (V. Ex. já usa e bem o Novo Acordo, mas eu ainda não) e dividir esforços", eu gostaria de lhe propor esta troca: V. Exa. fica com o meu rendimento (sou uma ENI, logo, ricalhaça) e eu fico com o seu miserável Rendimento (mas só as pensões, atenção! Que eu sou generosa, mas não tanto).

Que tal?... Hum?... Parece-lhe bem?...

Despeço-me com amizade, e aguardo resposta através do Facebook.

 

Uma sua criada,

É nosso! Ponto.

O que mostraria de Portugal para o promover? Fácil:

 

- As nossas paisagens - de norte a sul, evidenciando as diferenças de relevo. Primeiro as montanhas, a agrura, as vinhas, as serras, os túneis, depois a costa, de seguida as planícies, as culturas, as gentes.

- A nossa história - curiosidades, lendas, monumentos, heróis, tradições. Temos as fronteiras mais antigas da europa e séculos de História que deixámos esquecida nos livros do secundário (ontem fui à wikipédia consultar datas de construção de monumentos da era dos descobrimentos, porque não sabia quais eram! Si, confesso, tirando a Torre de Belém não me lembrava de mais nenhum...)

- Personalidades portuguesas que mudaram o mundo - desde Vasco da Gama aos nossos emigrantes.

- A nossa gastronomia: temos tudo na nossa mesa. E bem regada.

 

A única coisa que me envergonha em Portugal é a classe política. A mentalidade tacanha e gananciosa das mentes que nos (des)governam.

 

Depois da tempestade...

O mister convocou o plantel para o próximo jogo e o Dinis lá estará! Foi convocado, alegria, alegria! Percebemos logo que o vimos, aquele sorriso não deixava dúvidas.

Nunca vi alguém gostar tanto de futebol!!!