Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

...

No sábado fui às urgências com a minha sobrinha mais nova e acompanhei-a sempre durante o tratamento. Estávamos nós na salinha do soro, e mais uns quantos a fazer o mesmo, quando aparece a médica que diz, em tom suficiente para qualquer um dos presentes ouvir: "Ó Joel, você tem um cálculo com 6 mms. 6 mms!!!... É por isso que tem dores. O cálculo quer sair e não consegue porque já tem um tamanhinho considerável. O que vamos fazer é ..." nesta parte da conversa eu desliguei, que eu não sou o Joel, não tenho pénis mas já estava a contraír-me na cadeira. E o Joel também, não sei se por dores se por estar envergonhadíssimo, a ser diagnosticado em frente a estranhos.

 

Vejo os médicos, quaisquer médicos, como uma espécie de deuses, de seres sobredotados, de gente diferente de comuns mortais. Fazer um diagnóstico é uma coisa com um peso e uma responsabilidade enorme - um erro de um médico pode ser fatal - nesta medida, considero que é necessária não só inteligência muito acima da média, como uma boa dose de coragem. Mas estes seres, que me merecem muito respeito, têm uma falta de sensibilidade atroz. Falta-lhes humanidade. Lá está, uma espécie de deuses. Esquecem-se que as pessoas estão frágeis quando os procuram, estão vulneráveis, estão enfraquecidos. Eu sei que precisam de manter um distanciamento para manterem a sua sanidade mental, que falam com dezenas de pacientes por dia, essas coisas todas. Mas, caramba! Estamos a falar de pessoas. Seres humanos. Vulneráveis.

 

O Joel ficou envergonhado na altura mas concerteza que já nem se lembra do episódio, não foi grave, nem foi uma coisa mal intencionada mas há situações graves (e, sim, já vivi algumas) em que a sensibilidade, ou o mínimo de bom senso, teria feito toda a diferença. Os médicos deviam experimentar uma ida às urgencias, como cidadãos anónimos, ao estilo cliente mistério, para perceberem.

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.