Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Arrependimentos

Toda a gente diz que não se arrepende nada do que fez ao longo da vida, porque ah e tal, serviu de aprendizagem e que fariam tudo igual. Hãhã.

Pois eu cá, arrependo-me de imensas coisas que fiz, atitudes que provoquei, palavras que disse. E se pudesse apagava grande parte.

 

Mas como não é possivel, tento que me sirva de lição e aprenda qualquer coisita, mas infelizmente essa capacidade não me foi dada à nascença e há erros que cometo uma vezes sem conta. E outros que não. Que foram tão grandes que ficaram gravados e dificilmente serão repetidos (era capaz de dizer impossivel, mas é capaz de ser muito forte!)

Assim como as pessoas: há pessoas a quem dou segundas e muitas vezes terceiras e quartas oportunidades, quando não mereciam passar da primeira, e depois há outras a quem fecho a porta definitivamente. Mas quando a fecho, faço-o sem rancor. A sério, é como se a pessoa tivesse morrido.

 

(Não serve de desculpa para post parvos, mas hoje aqui nesta bela Vila onde trabalho, está um cheiro nauseabundo, que nos impede de respirar como deve ser, ninguem sabe a causa, mas fala-se de descargas quimicas no rio. E acho que me afetou o Tico e o Teco, só me apetece falar à parva...)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.