Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Perguntinha do dia

O facto de ter ficado sem computador, ao mesmo tempo que estou cheínha de trabalho, é um sinal para não escrever? Hum? Ou será sinal para mudar de assuntos e passar a falar só de coisas para lá de cultas e mui eruditas?

3 comentários

  • Imagem de perfil

    trocatintas 21.02.2013 22:09

    Eu esperei para ter tempo para te responder com tranquilidade (sim, sou sportinguista), ora vamos lá: fiquei muito sensibilizada por pensares em mim, na banheira, que eu saiba foi a primeira vez. Depois é bom saber que estou muito bem colocada na tua consideração, já que me julgas capaz de ouvir, e perceber, um audiobook em inglês... Eu, que sou dura de ouvido até em português. Há uns anos atrás, sim, sem dúvida, hoje não tenho a certeza de conseguir acompanhar o raciocínio. Quem diz a verdade não merece castigo...
    Posso ver/ler em html parece-me mas o problema é a velocidade da minha net em casa... É pré-histórica e também está a extinguir-se... No trabalho é que era mas é capaz de não ser muito ético ;)
    Agora a sério, adorei a sugestão (obrigada) e estou doida para ler. Assim resolva como.
  • Imagem de perfil

    css 21.02.2013 22:32

    Desculpa,
    passo o dia a trabalhar em inglês que até me esqueço que vivo em Portugal, entre portugueses que falam  (pasme-se) português.


    Realmente pensei em ti porque o audiolivro tinha uma parte em que sugeria pequenos passos, para não nos condenar-mos ao falhanço. Algo que discutimos por aqui algumas vezes. E achei o tom tão divertido que pensei que irias gostar. 


    Infelizmente apenas o encontro em inglês: http://www.gutenberg.org/catalog/world/readfile?fk_files=1448442 (para ler). O link para ouvir podes encontrar no blog.


    Eu estava a brincar com a tirada das Meditações do Imperador Marco Aurélio, mas até estou a gostar. Tens em português (http://www.psb40.org.br/bib/b34.pdf - começa na pg. 28).

    Início do livro 2: "Começa cada dia por dizer a ti próprio: Hoje vou deparar com a intromissão, a ingratidão, a insolência, a deslealdade, a má-vontade e o egoísmo — todos
    devidos à ignorância por parte do ofensor sobre o que é o bem e o mal. Mas,
    pela minha parte, já há muito percebi a natureza do bem e a sua nobreza, a
    natureza do mal e a sua mesquinhez, e também a natureza do próprio culpado,
    que é meu irmão (não no sentido físico, mas como meu semelhante, igualmente
    dotado de razão e de uma parcela do divino); portanto nenhuma destas coisas
    me ofende, porque ninguém pode envolver-me naquilo que é degradante. "


    Nada mau para um gajo com quase 2000 anos.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.