Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Quem tem poucos amigos é má pessoa?

Se alguém tem muitos amigos posso deduzir que é boa pessoa e alguém em quem vale a pena investir? Se alguém não tem amigos que se conheçam é sinal de que não os sabe manter por ser alguém difícil? Ou nada disto é verdade e são apenas as circunstâncias da vida que ditam estas coisas?

Das pessoas que conheço, sinto-me tentada a dizer que as que têm poucos amigos não valem a pena - são egoístas, são narcisistas, são como diz a expressão "cão que não conhece o dono" mas depois existo eu, que tenho pouquíssimos amigos, e acho-me uma excelente pessoa. O que me leva à questão inicial. De quem será a culpa? Minha, das pessoas, da conjuntura? Na verdade, nunca vou saber. Obviamente que há coisas a melhorar na minha pessoa mas não acho que tenha sido isso a acabar com amizades, mas sim, a vida. Por outro lado, afastei quem me fazia mal ou não acrescentava nada à minha vida (só tirava). Por outro lado ainda, deixei de dar a minha amizade a quem não fazia falta - é demasiado valiosa para ser desperdiçada.

Agora que escrevo isto penso que, de facto, não sou uma pessoa fácil. Talvez contribua para o número...:)

12 comentários

Comentar post