Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

E o príncipe virou sapo

Ou é a sapiência da idade (ou das experiências) ou é por estar "de fora", o facto é que eu já esperava qualquer coisa do género. A perfeição não existe, as relações levam (muito) tempo a ser cimentadas e querer muito, muito, muito, não é suficiente para tornar uma coisa real. Na ânsia de querer acabar com a solidão, as pessoas ignoram certos sinais que estão lá desde o início, e projetam na outra pessoa tudo aquilo que procuram e não tiveram antes. Alguém disse que durante os primeiros três meses, não conhecemos a pessoa que está conosco, mas sim, o seu "representante", e eu acredito. Neste caso, nem um quis mostrar, nem o outro quis ver, mas os sinais estão lá, e creio que a sentença também. Ter razão nem sempre tem piada...

6 comentários

Comentar post