Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Da vida

É curiosa a vida. Ora estamos com os pés na lama, sem fôlego nem motivação, a maldizer a sorte que nos calhou, ora tudo se alinha e começa a fazer um pouco de sentido. De repente, no meio do caos percebe-se uma ordem, ou um fio condutor, ou uma ideia aproximada de razão. Como se tudo fosse um equilíbrio, como se não fosse possível estar tudo mal, ou estar tudo bem. Tal como parece existir sempre uma pedra no sapato, também aparecem uns raios de luz naquilo que parece a nossa noite mais escura.

Não sei se a vida de toda a gente é assim, tenho sempre a sensação de que a minha anda mais rápido, transforma-se mais depressa. Tinha uma amiga com quem falava regularmente (não havia uma semana em que não lhe ligasse) e ela repetia sempre "tens sempre tantas coisas para contar". Realmente, haviam sempre novidades. Nem sempre agradáveis, nem sempre para melhor, mas que haviam, haviam.

Às vezes, as mudanças são boas. Às vezes, tudo se alinha para nos confortar, para sermos mais felizes, mais tranquilos.

Details-about-font-b-Quote-b-font-Keep-Smiling-fon

 

8 comentários

Comentar post