Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Da amizade

Ontem ou hoje, não sei ao certo, foi ou é dia da amizade. Sei porque abri o facebook e logo apareceram mensagens e mais mensagens de verdadeiros tributos aos amigos. (Gosto particularmente daquelas que acabam com "vocês sabem quem são", olha que treta! Eles até podem saber mas eu, que gosto de cuscar, fico a anhar.) Há, também, os que dizem que "amigos são como as estrelas, nem sempre as vemos, mas estão lá". Estão no seu direito, sim senhora, mas a mim, não me aquecem o coração. Quero lá saber das estrelas se tenho que andar sempre à procura de amigos, ou se os vejo de ano a ano e não fizeram o menor esforço em procurar-me entretanto. Há quem diga que sou injusta porque acontece a vida e porque as pessoas não têm tempo para manter amizades próximas, porque nem sempre há o que dizer... Pois, comigo não funciona assim. Uma amizade é uma relação e uma relação, seja de que natureza for, tem que ser alimentada. E eu sou pessoa que gosta de alimento, não quero cá nada disso uma vez ao ano. Amigos, quero-os próximos de mim, seja porque eu os procuro, seja porque me procuram, por sentir a minha falta.

Sim, exijo muito, mas dou de igual forma, sem reservas.

Comentar:

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.