Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

Coisas ( fantásticas) do divórcio

Sim, eu sei, não é bonito dizer-se. Mas existem.

Tenho um dia por semana para ir para casa sem passagem pela escola, ou pelo treino, ou supermercado para comprar pão. Diretamente para casa, sem ir buscar o meu filho. Sem ter que ralhar por qualquer motivo. Apenas ir para casa e ouvir o silêncio. E depois a tv. Embrulhada numa manta no sofá, com pouca luz e a fazer só o que me apetece. Pode até ser que pinte as unhas dos pés e mãos, ou leia qualquer coisa que não me puxe pelos neurónios, afina, estou em fase relax.

É um bocadinho adolescente demais para os 35 anos que tenho, não é? E eu ralada...

Entretanto, às 21h30, volto à realidade e rotina normal. Sou adulta e mãe. E gosto. (Mas estas horinhas sabem-me pela vida)

2 comentários

Comentar post