Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Rir e Comer Bolachas

A lontra que há em mim foi a mais uma consulta de nutrição

Não ia com grandes expectativas, que isto de ser gordinha há muito tempo(é mais obesa, tipo I, mas eu agora trato-me bem) , ensina-nos que não há nutricionista que nos aconselhe a comer lasanha e pizzas aos molhos, que, isso sim, vai emagrecer a pessoa. Começa tudo com a mesma pergunta: o que é que come? Sinto-me logo como na minha primeira confissão em tempos de catequese, a inventar pecados porque não sabia o que dizer ao senhor padre. Sei lá eu o que como, ou melhor, não como o mesmo todos os dias, devia ter um relatório com isso escrito? Digo o que tenho feito feito, o que sei que faço mal e aquilo que julgo fazer bem porque já foi aconselhado em consultas anteriores. Rapidamente descubro que está tudo mal. A anterior disse para não beber leite de vaca? Está errado, pode beber, desde que seja magro. O quê? Misturar leite e café? Nunca na vida. Na sopa, então, há mais regras que legumes para meter lá dentro. Não pode levar batata. Nem cenoura. Nem feijão, grão ou ervilhas. Não gosto de courgete, nem couve-flor, logo, ficam umas sopas que é de chorar, e não é por mais. Depois, os lanches. Um deles são duas bolachas de água e sal. Sem sal. Só proteína, não, que precisamos de tudo. Bem, tudo menos hidratos, açucar, e gordura. Só frango e perú, do tamanho da palma da pão. Pode ser a mão do Godzilla? É que sem arroz, massa ou batata, a pessoa fica com fome com o prato cheio de salada.

Fiquemos por aqui. Digamos que dificilmente voltarei a ser magra, isto de contar as folhas de alface não é para mim. Faço uma alimentação saudável, variada e que obedeça ao senso comum e prefiro aumentar no exercício físico. Pelo menos, ganho saúde e sou mais feliz.

Comentar:

Notificações de respostas serão enviadas por e-mail.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.